Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \15\UTC 2010

Nesta quinta-feira (14/01), o Leão foi à Cidade do Galo (CT do Atlético) e enfrentou o time alvinegro em um jogo-treino preparatório para o Campeonato Mineiro de 2010. O time do técnico Pirulito sofreu um revés de 5×1 e o gol do Villa foi marcado pelo atacante Fabinho.

No próximo domingo o time alvirrubro enfrenta o Cruzeiro na Toca II, também em preparação para o campeonato.

Jorge Gontijo/EM/D.A Pres

Zagueiro villa-novense João Júnior tenta segurar ataque atleticano.

Jorge Gontijo/EM/D.A Pres

Volante Renan Vieira busca marcação no meia Ricardinho do Galo.

Read Full Post »

Conforme o site Futebol Mineiro MBL, o América vai emprestar cinco jogadores nos próximos dias. O atacante Jáder devera ter uma oportunidade no Villa Nova na disputa do Campeonato Mineiro. O também atacante Lafaiete e os volantes George, Wesley e Faísca podem ir para o Tupi. O Villa também está na briga por esses atletas.
O jornalista Carlos Sevidanes da Rádio Itatiaia afirmou através do twitter, que o meia Ramon Menezes não passou de um sonho para o Leão do Bonfim. O Jogador renovou contrato com o Vitória e o Villa continua procurando seu camisa 10.

AMISTOSO

Neste domingo o time venceu o Contagem por 3 a 0. Dia 17 ás 16 horas e 30 minutos no CT do Galo, um teste para Pirulito medir a força do Leão com o Galo de Luxemburgo.

Villa Nova 3 x 0 Contagem

Gols: Serginho, Emerson e Juninho

Primeiro tempo:
Alex; Serginho*, João Jr. e Bruno Lourenço, Jesiel; João Paulo, Rafinha, Renan Vieira, Marlon; Fabinho e Rodrigo
Segundo tempo:
Rafael Córdova (Neguetti); Ceará, Cristiano e Vinícius, Rafael Pacheco; Renan Jr., Cacado, Emerson, Juninho; Allan e Warley

neguetti,

Read Full Post »

Meia poderá chegar ao Leão do Bonfim para a disputa do Mineiro

Ramón iniciou sua carreira em 1983 nas categorias de base do Cruzeiro, alcançando o nível profissional em 1990. Depois de algumas temporadas no time mineiro, onde ajudou nas conquistas de diversos títulos, como duas Supercopa Libertadores, um Campeonato Mineiro e uma Copa do Brasil, se transferiu para o Bahia, em 1993.

Ele Chegou ao Vitória em 1994 e, logo na sua estreia, marcou os 3 gols do triunfo rubro-negro sobre o Jacobina por 3×0 pelo Campeonato Baiano daquele ano. Durante as quase duas temporadas que jogou no Leão, foi sempre destaque nas equipes que formou. Foi artilheiro do Baianão 1995, com 25 gols, se tornando o maior goleador de um único certame desde Claudio Adão, em 1986, até hoje.

Pelo seus gols, principalmente os de falta, no Barradão, ficou conhecido como Reizinho da Toca. Suas apresentações chamaram atenção do Bayer Leverkusen, da Alemanha, que o contratou no segundo semestre de 1995. Permaneceu apenas uma temporada no clube alemão e, em 1996, foi repatriado pelo Vasco da Gama.

No clube carioca, Ramon conquistou quase tudo. Comandou o meio-campo vascaíno durante quatro temporadas e foi um dos principais destaques de diversas conquistas, como a Libertadores de 1998, o Brasileirão de 2000, o Rio-São Paulo de 1999 e o Carioca de 1998. O meia também ajudou o time carioca a chegar à final do Campeonato Mundial de Clubes da FIFA de 2000, sendo derrotado pelo Corinthians. Jogando ao lado de nomes como Juninho Pernambucano, Romário, Edmundo e muitos outros, marcou época no futebol brasileiro com o clube carioca.

No início de 2000, foi para o Atlético Mineiro, onde foi novamente sempre destaque nas equipes que integrou e campeão mineiro em 2000, inclusive marcando o gol que garantiu o título do Galo sobre o Cruzeiro.

No seu retorno ao Vasco, comandou o elenco jovem do clube carioca no Brasileirão de 2002, sendo fundamental para a fuga do rebaixamento com seus 15 gols ao longo do certame. Com uma média de 0,88 gols por partida, terminou recebendo a Bola de Prata de melhor meio-campo da competição.

Depois de uma rápida passagem no Japão, em 2003, onde defendeu o Tokyo Verdy, retornou ao Brasil para defender outros dois clubes cariocas, Fluminense e Botafogo, nas temporadas de 2004 e 2005, respectivamente, não obtendo o mesmo destaque. No ano de 2006, em seu segundo retorno ao clube da colina, viveu momentos conturbados, entrando em conflito com o então ténico do time, Renato Gaúcho, e foi negociado no final do ano.

Em 2007, foi ao Catar para defender a equipe do Al-Gharafa, retornando no mesmo ano ao Brasil para jogar pelo Atlético Paranaense, fazendo passagem discreta. Ainda no primeiro semestre de 2008, numa parceria que envolveu compra e venda de vários jogadores, Ramon retornou ao Vitória, onde jogou 15 anos antes.

Na sua segunda passagem pelo Leão, Ramon foi fundamental na conquista do Baianão 2008, campeonato em que o time baiano se encontrava numa situação muito delicada, tendo sido considerado campeão apenas pelo número de gols marcados, no quadrangular final da competição. Também foi um dos principais destaques na surpreendente campanha do rubro-negro no Brasileirão de 2008. Porém, ainda na disputa do campeonato, depois de desentendimentos com o então técnico do clube baiano Vágner Mancini, ele foi dispensado e aceitou um convite para jogar no futebol turco, onde atuou apenas oito vezes.

Em março de 2009, o Vitória, já sem Mancini, contratado pelo Santos, anunciou outra vez a contratação do jogador, depois de ser dada como certa a sua tranferência para o Santa Cruz. Nas finais do do Baianão 2009, marcou três dos quatro gols que o time baiano fez contra o seu maior rival, o Bahia, garantindo o tricampeonato para o Leão e também terceiro título da carreira do jogador.

No dia 19 de agosto, o Reizinho da Toca entrou para a história do Campeonato Brasileiro ao marcar o seu 93° gol, 1° da vitória do time rubro-negro sobre o Atlético Paranaense por 2 a 1, em Brasileirões, se igualando a Reinaldo na décima posição na lista dos maiores artilheiros da história da competição.

TÍTULOS

Cruzeiro

Campeonato Mineiro: 1990
Supercopa Libertadores: 1991 e 1992
Copa do Brasil: 1993

Vitória

Campeonato Baiano: 1995, 2008 e 2009

Vasco

Campeonato Brasileiro: 1997
Campeonato Carioca: 1998
Taça Libertadores: 1998
Torneio Rio-São Paulo: 1999

Atlético Mineiro

Campeonato Mineiro: 2000

Títulos Pessoais: Bola de Prata da Revista Placar: 2002

Read Full Post »

Segundo a Rádio Nova Lima FM, o Villa Nova fará neste domingo (10/01) o seu primeiro amistoso preparatório para o Campeonato Mineiro, contra o time do Contagem, no estádio Castor Cifuentes.

No dia 17/01 foi confirmado outro amistoso, agora contra o Cruzeiro de BH, na Toca da Raposa II às 9h30, com portões fechados. Já o primeiro jogo do Villa no Campeonato Mineiro será no dia 24/01, no Alçapão do Bonfim contra o América de Teófilo Otoni.

Hoje o time fez um treinamento no Campo do Olaria e teve a presença de várias autoridades, como o prefeito Carlinhos Rodrigues, ex-jogadores, empresários e do agora auxiliar técnico Dirceu Bilisquete, que atuará juntamente com o experiente Pirulito.

Amanhã a equipe fará seu treinamento no campo do Cruzeiro de Honório Bicalho, às 15h.

Read Full Post »

Atacante Marinho, que ainda não assinou contrato, deve chegar na segunda-feira

Segundo o site Globominas.com o Leão do Bonfim contratou sete reforços, sendo que apenas um, o atacante Marinho, ainda não assinou contrato. Confira abaixo quem são os atletas que vão atuar pelo Leão do Bonfim e em breve uma descrição de cada um:

– goleiro Rafael Códorva, que estava no Paysandu-PA
– zagueiro Alexandre, ex-Palmeiras e Cruzeiro
– volante Rafinha, que estava no Vila Nova-GO
– lateral direito Serginho, que estava no Tupi
– atacante Fabinho, emprestado pelo Cruzeiro
– atacante Warley, ex-Atlético-PR e Udinese (ITA)
– atacante Marinho, ex-Atlético

Read Full Post »